Notícias
26/07/17 - Energisa alerta para golpe de depósito em clientes de PP

26/07/17 - Previsão do tempo para Santo Anastácio

26/07/17 - Prefeitura é condenada em R$ 140 mil por morte em ciclovia

26/07/17 - Previsão do tempo para Alfredo Marcondes

26/07/17 - Preço do feijão tem queda de 28%, aponta pesquisa

26/07/17 - Previsão do tempo para Presidente Prudente

25/07/17 - Em operação, Polícia Rodoviária flagra condutores a quase 170 km/h na Rodovia

25/07/17 - Previsão do tempo para Pirapozinho

25/07/17 - Saques de contas inativas do FGTS entram na última semana

25/07/17 - Previsão do tempo para Presidente Venceslau

25/07/17 - Dobradinha! Vôlei de praia masculino e feminino de Prudente levam o ouro

25/07/17 - Previsão do tempo para Presidente Prudente

24/07/17 - Após denúncia anônima, polícia flagra realização de rinha de briga de galos

24/07/17 - Previsão do tempo para Marabá Paulista

24/07/17 - Caixas eletrônicos são cortados com maçarico em PP

24/07/17 - Previsão do tempo para Presidente Prudente

22/07/17 - Projeto técnico para a contenção de erosão em barrancos tem parecer favorável

22/07/17 - Previsão do tempo para Presidente Bernardes

22/07/17 - Polícia prende quatro pessoas por fraude em multas de trânsito

22/07/17 - Após lacração, agência da Caixa Econômica Federal consegue AVCB e é liberada

  Confira
Vítima tem prejuízo de R$ 600 em golpe na compra de frigobar
Um caso de estelionato foi registrado neste sábado (15) na Delegacia Participativa da Polícia Civil, em Presidente Prudente. De acordo com o Boletim de Ocorrência, a vítima teve um prejuízo de R$ 600,25, que pagou pela compra de um frigobar em um site, mas o produto não foi entregue.

Segundo o registro, a vítima fez a compra no site e pagou o boleto no referido valor. Ela não recebeu o frigobar e na página da internet onde realizou a compra consta a frase “aguardando pagamento”.

Conforme o boletim, a vítima relatou que não consegue contato telefônico com a empresa e até mandou e-mails, mas não foram respondidos. Ela soube pelos comentários na internet de que o referido site é utilizado para aplicar golpes e que ainda está no ar.

Ainda de acordo com a ocorrência, a vítima verificou o número do Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) informado no boleto e verificou que o mesmo se trata de uma empresa totalmente diversa.

Fonte: www.portalprudentino.com.br
 

Ao Vivo

  Diocese
Ao Vivo