Notícias
27/06/17 - Licenciamento para placas final 3 entra na última semana

27/06/17 - Previsão do tempo para Marabá Paulista

27/06/17 - Campanha de vacinação contra gripe é prorrogada pela 3ª vez

27/06/17 - Previsão do tempo para Martinópolis

26/06/17 - Ex-prefeito Tupã deixa PTB por corrida eleitoral

26/06/17 - Previsão do tempo para Santo Anastácio

26/06/17 - Lula tem 30%, Bolsonaro, 16%, e Marina, 15%, aponta pesquisa Datafolha

26/06/17 - SAÚDE: Brasil é referência mundial na área de doação de sangue voluntária

24/06/17 - Licitação dispensa exigências por tarifa de até R$ 3,70

24/06/17 - Previsão do tempo para Presidente Prudente

23/06/17 - Advogada é presa em flagrante com munições na bota

23/06/17 - Previsão do tempo para Indiana

23/06/17 - Operação interromperá fornecimento de energia em três cidades

23/06/17 - Licitação do transporte coletivo será aberta em Prudente

23/06/17 - Com 900 vagas, Bugalho promete zerar fila por vaga em creches

23/06/17 - Previsão do tempo para Presidente Prudente

22/06/17 - Senado aprova alteração para dar preferência a pessoas acima de 80 anos

22/06/17 - Previsão do tempo para Regente Feijó

21/06/17 - Ladrões de banco são presos em operação conjunta das polícias Civil e Militar

21/06/17 - Previsão do tempo para Presidente Bernardes

  Confira
TECNOLOGIA: WhatsApp vai parar de funcionar em alguns celulares
Usuários do WhatsApp precisam ficar atentos. É que o aplicativo de mensagens vai deixar de funcionar em alguns modelos de telefone celular até o dia 30 de junho de 2017. O anúncio foi feito pelo aplicativo em fevereiro do ano passado, mas só agora o programa vai deixar de ser compatível com alguns celulares.

Entre os modelos que vão deixar de rodar o aplicativo, estão o BlackBerry OS e o 10, Nokia S40 e Symbian S60, aparelhos com sistema Android 2.1 e 2.2, Windows Phone 7, iPhone 3GS e iOS 6.

Após uma atualização na nota publicada no blog WhatsApp, a empresa informou que prorrogaria o prazo para os modelos BlackBerry e Nokia até o dia 30 de junho de 2017. Logo, ao final do mês, o serviço deixará de funcionar para todos os modelos que já estavam previstos desde o ano anterior.

A justificativa dada pela empresa é que, mesmo que esses tenham sido aparelhos de vital importância para a evolução tecnológica, eles não possuem mais a capacidade requerida para levar ao consumidor a experiência completa do aplicativo. De acordo com a empresa, a partir de agora, o objetivo é concentrar os esforços nas plataformas de celular que a maioria das pessoas utiliza.

Fonte: Agência do Rádio
 

Ao Vivo

  Diocese
Ao Vivo