Notícias
17/08/17 - Programa Emprega São Paulo oferece 28 vagas de trabalho em Presidente Prudente

17/08/17 - Previsão do tempo para Presidente Epitácio

17/08/17 - Mega-Sena sorteia R$ 7 milhões em Presidente Venceslau

16/08/17 - Ação civil pública do MPE tenta derrubar na Justiça 'aumento' de 26,34% em PP

16/08/17 - Previsão do tempo para Presidente Prudente

16/08/17 - Petrobras reduz preço da gasolina em 1,4%; diesel sobe

16/08/17 - TJ nega recurso de ex-prefeito por desvio de dinheiro

16/08/17 - Previsão do tempo para Regente Feijó

16/08/17 - Chuvas devem aumentar até sexta-feira, apontam radares

15/08/17 - Justiça considera inconstitucionais abonos em Rosana

15/08/17 - Dupla que praticava roubos de caminhões é detida em operação da Polícia Civil

15/08/17 - Previsão do tempo para Rosana

15/08/17 - Após acidente, MPE-SP cobra rigidez em segurança de shows

15/08/17 - Previsão do tempo para Presidente Prudente

15/08/17 - Moro diz que reforma política proposta 'não é uma verdadeira reforma'

14/08/17 - Convocados para revisão do auxílio-doença têm até dia 21

14/08/17 - Previsão do tempo para Santo Anastácio

14/08/17 - Bugalho estuda alargar calçadas da área central

14/08/17 - Previsão do tempo para Presidente Prudente

14/08/17 - Importância da amamentação materna é tema de palestras e simpósio em PP

  Confira
Com a expectativa de arrecadar R$ 10 milhões, Refis começa hoje em, PP
O prefeito Nelson Roberto Bugalho (PTB) sancionou nesta sexta-feira (9) a lei que institui Programa de Recuperação Fiscal (Refis), em Presidente Prudente. A iniciativa é uma oportunidade para que os contribuintes regularizem seus débitos com o município. O prazo de adesão começará a partir desta segunda-feira (12) e seguirá até o dia 31 de agosto de 2017. A expectativa do Poder Executivo é de arrecadar cerca de R$ 10 milhões.

Para negociar a dívida, o contribuinte deve procurar a Coordenadoria Fiscal e Tributária, no acesso pela rampa da Prefeitura, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

O programa, que foi aprovado pela Câmara Municipal no início desta semana, beneficiará pessoas físicas e jurídicas, que queiram negociar dívidas ativas ou ajuizadas, referentes aos débitos lançados até 31 de dezembro de 2016.
De acordo com o secretário municipal de Finanças, Cadmo Lupércio Garcia, a realização do Refis foi motivada pela situação econômica do país.

O programa é para os contribuintes, adimplentes ou inadimplentes, que queiram renegociar todos seus débitos, referentes ao Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), ao Imposto sobre Serviços (ISS) e a taxas de alvarás, entre outros. Na negociação do Refis, preserva-se o valor principal da dívida, que é atualizado monetariamente. Os descontos se aplicam somente aos juros e multas.

Durante a vigência do Refis, a expectativa é de que o município possa recuperar aproximadamente R$ 10 milhões. Garcia lembra que, atualmente, a dívida ativa do município é de aproximadamente R$ 600 milhões.

Segundo ele, poderão ter desconto de 100% sobre juros e multas os que pagarem em parcela única (débitos não abrangidos por programas de recuperação fiscal anteriores). Já aqueles que fizeram o Refis, terão outras formas de negociação, conforme a lei.

O secretário esclarece que, após o dia 31 de agosto, a lei permitirá que a Secretaria de Finanças opte por protestar os débitos.

Fonte: G1 Presidente Prudente
 

Ao Vivo

  Diocese
Ao Vivo